header-add

Policial militar que se trancou em motel de BH tem morte cerebral confirmada

Postado em 12/04/2024 às 09:33

Policial militar que se trancou em motel de BH tem morte cerebral confirmada

A informação foi revelada à Itatiaia por uma fonte do Hospital João XXIII Pronto Socorro

Policial tem morte confirmada nesta sexta-feira (12)

O policial militar Leandro Alves Rocha que se trancou durante horas em um motel e depois atirou contra a própria cabeça teve a morte cerebral confirmada na manhã desta sexta-feira (12). A informação foi revelada à Itatiaia por uma fonte do Hospital João XXIII Pronto Socorro, onde o militar estava internado. O falecimento ocorreu às 4h24. A família aguarda os procedimentos para doar os órgãos do homem.

Nessa quarta-feira (10), o caso mobilizou várias equipes de segurança, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Corpo de Bombeiros, na região oeste de Belo Horizonte.

Entenda o caso

O agente deu entrada no Motel Barão, na avenida Barão Homem de Melo, no bairro Estoril, na região Oeste de Belo Horizonte, na noite de terça-feira (9). Ele estava sozinho e armado.

Na tarde de quarta-feira (10), a PM recebeu a informação de que o militar estaria em surto e ameaçando tentar contra a sua própria vida.

Segundo a apuração, o militar teria ido ao local após descobrir que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Na segunda-feira (8), o policial descumpriu uma medida protetiva e agrediu a esposa. Os dois estariam passando por um processo de separação.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado para ajudar a negociar a rendição do policial. Segundo a apuração da Itatiaia, o militar estava afastado da corporação por problemas psicológicos. Ele já havia tido o porte e a posse de arma de fogo retirados pela Polícia Militar.

*com informações de Fernanda Rodrigues e Felipe Quintella